Política de Cookies
Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, registo e recolha de dados estatísticos.
Ao prosseguir a navegação com cookies ativos está a consentir a sua utilização.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo Banco Português de Fomento.Saiba mais
Compreendi

Desde o início de 2021: Lançadas quatro novas linhas no valor global de €1.500 milhões

Notícia . 2021-05-31
Banco Português de Fomento Linhas de Apoio à Economia COVID-19

No âmbito da sua missão de criar soluções para apoiar as empresas, a recuperação e o desenvolvimento económico e social de Portugal, o BPF abriu, desde o início do ano, candidaturas a quatro novas linhas de apoio à Economia COVID-19:

  • Linha de Apoio a Empresas Exportadoras da Indústria e do Turismo
  • Linha de Apoio a Empresas de Montagem de Eventos
  • Linha de Apoio a Agências de Viagens e Operadores Turísticos
  • Linha de Apoio a Médias e Grandes Empresas do Turismo

Com uma dotação global de 1.500 milhões de euros, estas Linhas têm como finalidade apoiar a tesouraria, o emprego e a manutenção dos postos de trabalho destes três setores fortemente afetados pela pandemia: a Indústria, o Turismo e os Eventos.

A Linha de Apoio a Empresas Exportadoras da Indústria e do Turismo apresenta uma dotação de €1.050 milhões e destina-se a apoiar as empresas exportadoras da Indústria e do Turismo.

A Linha de Apoio a Empresas de Montagem de Eventos, no valor de €50 milhões, é vocacionada para empresas cujo volume de negócio em 2019, seja em pelo menos 30% proveniente de atividade no âmbito da montagem de eventos, seja ao nível das infraestruturas ou do audiovisual.

Podem candidatar-se a estas linhas todas as Micro, Pequenas e Médias Empresas (PME), incluindo empresários em nome individual, bem como Small Mid Cap e Mid Cap, com um prazo máximo de operação de até 6 anos.

A Linha de Apoio a Médias e Grandes Empresas do Turismo, no valor de €300 milhões visa apoiar o emprego e a manutenção dos postos de trabalho das Médias, Small Mid Cap, Mid Cap e Grandes Empresas do setor do turismo, fortemente afetadas pela pandemia de COVID-19.

Estas Linhas têm por objetivo financiar necessidades de tesouraria, sendo que cada empresa pode candidatar-se apenas a um financiamento até ao limite de 4 mil euros por cada posto de trabalho e não pode exceder 25% do volume de negócios de 2019.

Destaque também, para a possibilidade de uma parte do empréstimo poder ser convertida em apoio a fundo perdido, até uma percentagem máxima de 20% do valor do financiamento, a apurar de acordo com a manutenção dos postos de trabalho, durante pelo menos 12 meses após a contratação, para além de outros requisitos cumulativos específicos de cada uma das Linhas de Apoio.

A Linha de Apoio a Agências de Viagens e Operadores Turísticos, no valor de 100 milhões de euros, é uma linha de apoio à tesouraria que se traduz em empréstimos bancários exclusivamente para o financiamento de necessidades de tesouraria de Agências de Viagens e Operadores Turísticos, face à obrigação de reembolso relativo a viagens que não foram efetuadas ou foram canceladas devido ao contexto pandémico.

Consulte todas as informações aqui.