Comunicação de irregularidades

Através dos canais de participação de irregularidades disponibilizados pelo Banco Português de Fomento, os seus colaboradores, clientes, parceiros, fornecedores e restantes stakeholders poderão, de forma independente e anónima, comunicar qualquer situação ou suspeita fundamentada relacionada com a prática de irregularidades.

Consideram-se irregularidades as práticas de atos que constituam uma violação dos seguintes instrumentos:

  • Enquadramento legislativo e regulamentar inerente à atividade do Banco;
  • Normativos internos;
  • Princípios éticos e deontológicos a que todos os colaboradores se encontram sujeitos no decorrer do exercício da sua função.

Assim, os canais de participação de irregularidades deverão ser utilizados para a denúncia de qualquer situação que se encontre relacionada com uma violação de um dos instrumentos anteriormente indicados.

Tais situações poderão envolver temas como o branqueamento de capitais, financiamento ao terrorismo, corrupção, conflitos de interesse, fraude, assédio, discriminação, proteção de dados, quebra do dever de confidencialidade, entre outros.

A participação poderá ser efetuada, a todo o tempo, através dos canais específicos independentes e anónimos, que asseguram, de forma adequada, a receção, o tratamento e o arquivo das participações, nomeadamente: 

  • Carta endereçada à Comissão de Auditoria do BPF
Rua Professor Mota Pinto,
n.º 42-F, 2.º Andar, Sala 2.11
4100-353 Porto

Se pretende reportar irregularidades através do formulário online, por favor preencha o impresso abaixo.

Apenas os campos assinalados com um asterisco (*), são de carácter obrigatório.