Política de Cookies
Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, registo e recolha de dados estatísticos.
Ao prosseguir a navegação com cookies ativos está a consentir a sua utilização.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo Banco Português de Fomento.Saiba mais
Compreendi

Governo anuncia novas medidas de combate à pandemia

Notícia . 2020-11-03
Novas medidas para combater a pandemia
O Primeiro-Ministro anunciou este sábado, 31 de outubro, as novas medidas a adotar para travar o avanço da pandemia. As restrições, agora conhecidas, serão aplicadas a 121 concelhos, que têm mais de 240 casos por 100 mil habitantes, a partir do dia 4 de novembro. 

Entre as medidas aplicáveis a este conjunto de concelhos, que abrangem 7,1 milhões de habitantes (70% da população residente em Portugal) incluem-se o dever cívico de recolhimento, "com as exceções conhecidas”, a obrigatoriedade do teletrabalho, ou o desfasamento de horários, quando o mesmo não é possível, as aplicáveis aos estabelecimentos comerciais e de restauração e a proibição de reuniões de mais de cinco pessoas. 

Com o número de internados a aumentar e com a taxa de testes positivos com uma tendência de crescimento significativa, António Costa admitiu que «novembro vai ser um mês muito duro», pelo que se torna imprescindível fazer «todo o esforço para cumprir as regras e exigirmos aos outros que as cumpram», pois, se por um lado é necessário travar a pandemia, também «é fundamental manter a economia, as escolas, o comércio a funcionar com todas as regras de segurança».

O Primeiro-Ministro recordou, ainda, que «não podemos ignorar que o desconfinamento permitiu uma evolução na situação económica. Em fevereiro houve uma queda abrupta do comércio a retalho e da restauração; a partir do final de abril, conforme fomos desconfinando, o volume de negócios no comércio foi aumentando e tem continuado assim ao longo destes meses».

António Costa lembrou que, com as novas regras agora anunciadas, o Governo procurou implementar as «medidas que tenham máxima eficácia no controlo da pandemia, mas que gerem a mínima perturbação possível, na vida de cada um, na sociedade em geral e na economia».

Conheça as medidas aplicáveis a cada concelho no site EstamosOn.