Política de Cookies
Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, registo e recolha de dados estatísticos.
Ao prosseguir a navegação com cookies ativos está a consentir a sua utilização.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo Banco Português de Fomento.Saiba mais
Compreendi

ColorAdd - o "alfabeto das cores" junta-se ao portefólio do FIS

Notícia . 2021-06-02
ColorAdd

O projeto  ColorADD - Color Identification System é o novo investimento do FIS - Fundo para a Inovação Social, gerido pelo Banco Português de Fomento.

Uma operação em parceria com o Fundo Bem Comum e a COREangels Impact que resultou num montante total de investimento de 375 mil euros, sendo 225 mil euros investidos pelo FIS.

O ColorADD é um sistema de identificação de cores único, universal, inclusivo e não discriminatório, que permite à pessoa daltónica identificar cores seguindo um código de símbolos simples.

Alinhado com seis dos 17 "Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável” definidos pelas Nações Unidas, o "Alfabeto das Cores” representa já uma linguagem universal e é amplamente utilizado por empresas e entidades, públicas e privadas, em mais de 90 países, nos rótulos e etiquetas de produtos em vários setores. Já chegou a mais de 100 mil pessoas através das escolas.

O São João, no Porto, foi o primeiro hospital a usar o código na identificação dos seus circuitos. Nos transportes, há linhas de metro no Porto e de autocarros em Lisboa com o código ColorADD e o Metro de Madrid usa-o no seu programa de acessibilidades.

Em Lisboa, a Câmara Municipal acaba de instalar novos semáforos adaptados a pessoas daltónicas, tornando-se a primeira cidade do mundo a fazê-lo. O projeto resulta de uma parceria entre a EMEL, a ETRA e a ColorADD, e permite que as pessoas com perturbação visual distingam as cores e saibam com maior precisão e segurança quando devem aguardar ou avançar.

Por agora, o código ColorADD está instalado apenas em semáforos para peões, mas o objetivo é aplicá-lo também na sinalização luminosa para condutores e fazer chegar este projeto a outras cidades como a Amadora, Loures, Porto, Madrid e cidades da América Latina.

Saiba mais sobre o ColorAdd aqui